quarta-feira, 18 de maio de 2011

A Origem da Língua Portuguesa


Em Roma se falava o latim. Com as guerras e as conquistas romanas, esse idioma expandiu-se por toda a Europa. Os romanos impuseram sua língua, sua cultura e seus costumes aos povos conquistados. Para garantir a dominação política, os romanos exigiam que, em todo o vasto Império, o latim fosse de uso obrigatório nas escolas, nas transações comerciais, nos documentos, nos atos oficiais e no serviço militar.

Entretanto, o contato dos romanos com a cultura grega deu-se de forma contrária: foi o latim que incorporou uma grande quantidade de palavras gregas que, conseqüentemente, também vieram a fazer parte da língua portuguesa. Todavia, não foi o latim clássico, literário, usado pelos grandes escritores romanos (Cícero, Horácio, César, Virgílio, Ovídio, etc.), que foi imposto às populações dominadas. Foi o latim vulgar, falado pelos soldados romanos. 
Aos poucos, os povos dominados absorveram o falar dos romanos, que se misturou com os falares regionais, originando as línguas neolatinas: português, espanhol, francês, italiano, romeno, galego e outras. 

FASES DA LÍNGUA PORTUGUESA

a) Fase pré-histórica: vai do século V ao Século IX (mistura do latim vulgar com falares locais).
b) Fase proto-histórica: vai do século IX ao XII. Nessa fase, já se encontram documentos escritos em latim bastante transformado, misturado com palavras portuguesas.
c) Fase histórica: Fase do português arcaico: vai do século XII ao século XVI. 

Aparecem os primeiros documentos inteiramente redigidos em português. O primeiro texto escrito em nossa língua foi a poesia “Cantiga da Ribeirinha”, de Paio Soares de Taveirós, em 1189 (ou 1198). Período do português moderno: do século XVI até nossos dias. Sob a influência dos autores humanistas e clássicos, houve um progresso lingüístico muito grande, datando dessa época a obra-prima da língua portuguesa, Os Lusíadas, de Luís Vaz de Camões. 

A língua portuguesa é atualmente a quinta mais falada no mundo, com mais de 300 milhões de falantes. A comunidade lusófona é constituída por: 

a) Portugal; 
b) Ilhas de Madeira, dos Açores e Cabo Verde; 
c) Brasil; 
d) Angola, Moçambique, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe (na África); 
e) Goa, Macau, Timor (na Ásia). 

Em alguns lugares da África e da Ásia, como Sri-Lanka, Macau, Java, Málaca, Cabo Verde, Guiné, Cingapura, a língua portuguesa, em contato com os idiomas nativos, sofreu muitas alterações, dando origem ao dialeto crioulo, usado nas transações comerciais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário